Gestão Estratégica de Pessoas: O que é? Qual a sua importância para as empresas?

A Gestão Estratégica de Pessoas surge como uma ferramenta essencial para o setor de RH e DP.
A Gestão Estratégica de Pessoas é um modelo de gestão que transcende a visão tradicional de RH, alinhando os recursos humanos com os objetivos estratégicos da organização.

A Gestão Estratégica de Pessoas surge como uma ferramenta essencial para o setor de RH e DP, que devido a velocidade das mudanças e a busca por resultados cada vez mais ágeis, enfrentam desafios constantes de adaptação e reinvenção.

Para navegar neste cenário complexo e competitivo, um fator muito importante para o sucesso da gestão de pessoas não se resume apenas a tecnologia, investimento ou estratégias de mercado, mas sim em focar nas pessoas por trás de cada papel desempenhado na empresa. 

Assim, a Gestão Estratégica de Pessoas é um modelo fundamental para o sucesso a longo prazo de qualquer organização. Essa abordagem vai além das tradicionais práticas do setor RH, transcendendo a visão burocrática e operacional para se tornar uma ferramenta estratégica e moderna.

Neste artigo, você vai entender os conceitos, a importância, os pilares e as etapas para construir uma Gestão Estratégica de Pessoas na sua empresa. 

Junte-se a nós nesta jornada e descubra como você pode utilizar essa ferramenta para transformar o RH e DP nas organizações.

O que é Gestão Estratégica de Pessoas?

A Gestão Estratégica de Pessoas é um modelo de gestão que transcende a visão tradicional de RH, alinhando os recursos humanos com os objetivos estratégicos da organização. Em vez de simplesmente administrar as pessoas, essa abordagem as coloca no centro do negócio, transformando-as em agentes de mudança e impulsionadores do crescimento empresarial. 

Essa abordagem não é um conjunto de práticas isoladas, mas sim um sistema integrado que envolve todos os aspectos da gestão de pessoas, desde a atração e retenção de talentos até a gestão de desempenho, a cultura organizacional, a comunicação interna e as lideranças. 

Diferença entre a Gestão Estratégica e a Tradicional?

A gestão de pessoas tradicional é predominantemente operacional e focada em tarefas administrativas do dia a dia. Concentra-se em processos administrativos como recrutamento, seleção, treinamento, folha de pagamento e conformidade legal, com o objetivo principal de garantir que essas funções sejam realizadas de maneira eficiente e dentro dos prazos. 

A abordagem é geralmente reativa, respondendo a problemas à medida que surgem, em vez de antecipá-los ou preveni-los. Além disso, as atividades de RH são frequentemente isoladas de outras funções estratégicas da organização, sendo vistas como suporte administrativo em vez de parceiros estratégicos.

Já a Gestão Estratégica de Pessoas, por outro lado, adota uma perspectiva mais ampla e integrada, alinhando as práticas de gestão de pessoas com os objetivos estratégicos da organização. 

Caracteriza-se pelo alinhamento estratégico, garantindo que todas as práticas de RH estejam diretamente conectadas aos objetivos estratégicos da empresa.

Essa abordagem antecipa desafios e oportunidades e desenvolve estratégias para gerenciar o capital humano a longo prazo. Além disso, as funções de RH são integradas nas decisões estratégicas, colaborando com outras áreas e sendo vital para o desenvolvimento organizacional.

Qual a importância e por que aplicar a gestão estratégica de pessoas?

A Gestão Estratégica de Pessoas é considerada hoje fundamental para que as empresas se mantenham relevantes e lucrativas, ganhando vantagem competitiva, agilidade e adaptação às mudanças por meio das transformações sofridas pela gestão de pessoas ao longo do tempo. 

Assim, a Gestão Estratégica de Pessoas tem uma grande capacidade de alinhar as pessoas com os objetivos estratégicos da organização, impulsionando o crescimento organizacional.

Não é um conhecimento isolado que uma equipe engajada, motivada e alinhada com a missão da empresa é capaz de gerar resultados extraordinários, impulsionando a inovação, a produtividade e a competitividade. 

E essa abordagem estratégica tem a capacidade de promover um ambiente de trabalho que valoriza o potencial de cada pessoa, estimulando o desenvolvimento de talentos e criando um ciclo virtuoso de crescimento individual e coletivo.

A aplicação da Gestão Estratégica de Pessoas impacta positivamente diversos aspectos da empresa, trazendo benefícios tangíveis e intangíveis. Confira quais são esses benefícios:

Alinhamento estratégico: Permite que a área de RH se alinhe com os objetivos da organização, atuando como um parceiro estratégico no desenvolvimento do negócio.

Vantagem competitiva: Permite que a empresa conquiste e mantenha uma vantagem competitiva no mercado por meio da gestão de talentos, da cultura organizacional e da inovação.

Melhoria da produtividade: Colaboradores engajados e motivados são mais produtivos e eficientes, contribuindo para o aumento da lucratividade da empresa.

Redução de custos: Através da retenção de talentos e da gestão de desempenho, reduz o turnover de colaboradores e os custos com recrutamento e treinamento.

Engajamento e retenção de talentos: Uma cultura organizacional positiva, programas de desenvolvimento e oportunidades de crescimento, atraem e retêm talentos, fortalecendo a equipe e a imagem da empresa.

Aprimoramento da gestão de pessoas: Promove a transformação da área de RH de um departamento de suporte para um parceiro estratégico, modernizando as práticas de gestão de pessoas e utilizando ferramentas e tecnologias inovadoras.

Percebeu a importância da Gestão Estratégica de Pessoas? O setor de RH pode ser muito mais do que apenas um setor de contratação, ele pode ser um verdadeiro parceiro estratégico, assumindo um papel fundamental no impulsionamento do crescimento da empresa, contribuindo para o sucesso a longo prazo.

Os pilares da gestão estratégica de pessoas

Agora é hora de você conhecer os pilares que sustentam a Gestão Estratégica de Pessoas e que garantem a sua eficácia e o alcance dos objetivos. São eles:

Planejamento Estratégico: O primeiro passo é definir a estratégia da empresa e traduzi-la para a área de RH. É crucial ter objetivos claros e mensuráveis, alinhados com a visão de futuro da organização.

Cultura Organizacional: Uma cultura forte, focada em valores como colaboração, respeito, comunicação aberta e meritocracia, é um dos pilares mais importantes. Ela influencia o comportamento dos colaboradores e impacta diretamente a produtividade e o sucesso da empresa.

Gestão de Talentos: O capital humano é o ativo mais valioso de qualquer empresa e a gestão estratégica de pessoas deve focar em identificar, atrair, desenvolver e reter talentos, garantindo a qualificação e o potencial de cada colaborador.

Comunicação Interna Eficaz: Uma comunicação transparente e eficiente, que flui em todos os níveis da empresa, é fundamental para manter os colaboradores engajados e informados sobre os objetivos, as mudanças e os resultados da empresa.

Tecnologia e Inovação: As ferramentas tecnológicas são aliadas importantes para otimizar os processos de gestão de pessoas, aumentar a eficiência e proporcionar aos colaboradores uma experiência mais personalizada. 

A integração de um sistemas de gestão de pessoas como o QuarkRH, plataformas de comunicação interna e ferramentas de treinamento online são exemplos de como a tecnologia pode ser aliada.

Gestão de Pessoas 5.0

Como construir uma gestão estratégica de pessoas na sua empresa?

A construção de uma gestão estratégica de pessoas eficaz exige planejamento, ações estratégicas e investimento constante, tanto financeiro, quanto de mentalidade e visão.

Para implementar esse conceito na sua empresa, será preciso seguir algumas etapas básicas. Lembrando que cada empresa adequa às condições a sua realidade e objetivos para o futuro.
Confira a seguir quais são essas etapas:

Diagnóstico da situação atual

Perguntas como: Quais são os seus objetivos estratégicos? Quais são os desafios atuais? Qual é a situação da área de RH?, podem ajudar nessa reflexão.

Outro ponto importante é identificar as necessidades de desenvolvimento, as lacunas na gestão de pessoas e quais as áreas que precisam de maior atenção dentro da organização.

Nessa etapa, pode-se também fazer uma análise SWOT para identificar os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças da empresa.

Definição da estratégia de RH

Nessa etapa os gestores responsáveis precisam colocar a mão na massa e alinhar a estratégia de RH com os objetivos da empresa, definindo metas e objetivos específicos necessários para o sucesso e desenvolvimento da gestão de pessoas. 

Por se tratar de um planejamento, é crucial definir as ações que serão tomadas para alcançar os objetivos, incluindo prazos e responsabilidades.

Por fim, comunicação é tudo, por isso desenvolva  um plano de comunicação para informar os colaboradores sobre a nova estratégia de RH e o seu papel no processo empresarial.

Implementação da gestão estratégica de pessoas

Após todo o processo de planejamento, agora é a hora de Implemente as ações definidas, gerenciando as etapas e acompanhando de perto os resultados.  

Nesta etapa utilize tecnologias adequadas para auxiliar na gestão de pessoas, principalmente nas atividades relacionadas ao colaborador como: programas de desenvolvimento contínuo, recrutamento e seleção, gestão de desempenho, entre outros. 

É importante destacar que a gestão estratégica de pessoas deve ser um processo dinâmico e flexível, adaptado às mudanças do mercado e às necessidades da empresa.

Monitoramento e avaliação

Não podemos deixar de enfatizar a importância de acompanhar e monitorar os indicadores chave de desempenho (KPIs) da área de RH, como turnover, absenteísmo, engajamento e produtividade. São os resultados dos KPIs que vão mostrar o que está dando certo, o que precisa melhorar na estratégia.
Por fim, realize avaliações periódicas para verificar se as ações estão alcançando os resultados esperados e se necessário faça ajustes no plano de ação, nas estratégias e nas ferramentas utilizadas para garantir a eficiência da gestão estratégica de pessoas.

Concluindo

Construir uma gestão estratégica de pessoas requer um alinhamento entre as práticas de recursos humanos com os objetivos estratégicos da empresa. Além disso, é uma abordagem que exige investimento, dedicação e adaptação constante. Não se trata de um modelo pronto para ser aplicado, mas de um processo dinâmico e evolutivo que precisa ser moldado à realidade da sua empresa.

Ao seguir os pilares da gestão estratégica de pessoas, você pode desenvolver uma força de trabalho altamente engajada, competente e alinhada com a visão de longo prazo da organização, criando assim um ambiente propício para o sucesso sustentável e a inovação contínua.

O QuarkRH é a ferramenta ideal para ajudar a sua empresa na gestão estratégica de pessoas. Com mais de 180 funcionalidades essenciais para Gestão de Pessoas e integrando Recursos Humanos, Departamento Pessoal, Controle de Ponto e Assinatura Eletrônica com Validade Jurídica, o QuarkRH é a solução certa para você!

Visite nosso site e solicite uma demonstração ou fale com um especialista para esclarecer suas dúvidas!

Picture of Anderson Santos

Anderson Santos

Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRN e pós-graduação em Marketing Estratégico pela Universidade Potiguar. Atuo nas áreas de comunicação, endomarketing, marketing digital, produção de conteúdo, copywriting e redação focada em SEO.

Todos os post

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos gratuitos para potencializar a sua gestão de pessoas.

Baixe o nosso app

* Campos Obrigatórios

* Campos Obrigatórios