O que você precisa saber sobre Plano de Carreira e sua importância para as empresas

O plano de carreira é hoje considerado uma das ferramentas mais eficazes para as empresas, pois é por meio dele que o RH desenvolve o seu planejamento estratégico para atrair, desenvolver e reter talentos.
O plano de carreira é hoje considerado uma das ferramentas mais eficazes para as empresas, pois é por meio dele que o RH desenvolve o seu planejamento estratégico para atrair, desenvolver e reter talentos.

O plano de carreira é hoje considerado uma das ferramentas mais eficazes para as empresas, pois é por meio dele que o RH desenvolve o seu planejamento estratégico para atrair, desenvolver e reter talentos. Além de traçar o futuro dos colaboradores dentro da organização.

Além disso, com a popularização do trabalho home office o mercado está cada vez mais competitivo, tornando o capital humano um dos principais diferenciais para o sucesso das empresas, tornando o plano de carreira um recurso necessário para alcançar resultados cada vez mais satisfatórios. 

Tradicionalmente, o Brasil ainda enfrenta desafios na qualificação profissional e investimento em pesquisa e desenvolvimento em alguns setores. Nesse contexto, o talento e a competência se tornam ainda mais importantes, impulsionando a necessidade de investir em equipes altamente capacitadas e engajadas. 

A busca por profissionais qualificados, motivados e engajados é uma constante, e o plano de carreira surge como uma solução poderosa para atender a essa necessidade.

Neste artigo, vamos explorar como a elaboração de planos de carreira pode ser um diferencial estratégico para o crescimento das empresas, quais os benefícios para a organização e para o colaborador, e quais os tipos de planos de carreira mais comuns nas empresas. 

O que é plano de carreira?

Planos de carreira são programas estruturados que definem as etapas e os requisitos para o crescimento profissional dentro de uma organização. Ele traça um caminho claro, com metas, objetivos e oportunidades para que os colaboradores possam se desenvolver, assumir novas responsabilidades e alcançar posições de destaque.

Resumindo, é um mapa detalhado que guia o colaborador em sua jornada profissional dentro da empresa, mostrando os caminhos para alcançar seus objetivos e potencializar seu desenvolvimento. 

Com a utilização dessa ferramenta, as empresas conseguem atrair e reter talentos e garantem que seus colaboradores estejam engajados e motivados a crescer profissionalmente dentro do ambiente empresarial. 

Como o plano de carreira impacta positivamente sua empresa?

1 – Na atração e retenção de talentos

Um plano de carreira bem estruturado é um atrativo para talentos, pois identifica a empresa como um ambiente de crescimento e oportunidades. Ele também contribui para a retenção de talentos, pois os colaboradores se sentem valorizados e motivados a construir uma carreira de sucesso dentro da organização. 

Consequentemente, contribui para redução do turnover, garantindo a permanência de profissionais experientes e engajados na organização. 

2- No engajamento e na motivação dos colaboradores

Quando os colaboradores têm uma visão clara de seu futuro profissional na empresa, eles se sentem mais engajados e motivados a contribuir para o sucesso da organização. Um plano de carreira bem definido oferece uma sensação de segurança e perspectiva, incentivando os colaboradores a darem o seu melhor e a se dedicarem ao seu crescimento dentro da empresa.

3 – No desenvolvimento de talentos

O plano de carreira incentiva o desenvolvimento de habilidades e competências, por meio de treinamentos, cursos, programas de mentoria e outras iniciativas que impulsionam o crescimento profissional. Investir no desenvolvimento dos colaboradores significa ter um time mais qualificado, capaz de lidar com os desafios do mercado e de gerar resultados ainda mais satisfatórios. 

4 –  Na produtividade e na eficiência profissional

Com colaboradores motivados, engajados e em constante desenvolvimento, a produtividade da equipe tende a aumentar significativamente. Um plano de carreira bem estruturado contribui para a construção de um time mais eficiente e capaz de alcançar resultados mais significativos. 

5 –  Na Imagem da empresa no mercado

Uma empresa que investe em seus colaboradores e oferece um plano de carreira estruturado demonstra que se preocupa com o desenvolvimento profissional de seus talentos. Essa postura contribui para a construção de uma imagem positiva da empresa no mercado, atraindo e retendo os melhores profissionais e gerando valor para sua cultura organizacional.

Tipos de Plano de Carreira

No passado, o crescimento profissional dentro das empresas seguia um modelo tradicional: a ascensão hierárquica acontecia com o passar do tempo de dedicação à organização, com cargos como supervisor, coordenador, gerente e diretor. Essa visão, porém, se mostrou limitada e muitas vezes gerava competição e desperdício de talentos.

Com o passar dos anos, novas formas de desenvolvimento profissional surgiram, abrindo um leque de possibilidades para os colaboradores. 

A seguir, conheça os principais tipos de planos de carreira existentes no mercado, com suas características e vantagens.

1 – Plano de carreira em linha 

Trajetória: Clássico modelo hierárquico, com progressão vertical em cargos como Analista (júnior, pleno, sênior), supervisor, gerente e diretor.

Vantagens: Estrutura clara e tradicional, facilita a compreensão da progressão.

Desvantagens: Limitada, pode gerar competição e frustração por falta de oportunidades em outras áreas.

2. – Plano de carreira paralela

Trajetória: Oferece duas vias de crescimento: uma técnica e outra gerencial.

Vantagens: Permite que o colaborador escolha o caminho que mais se adapta à sua vocação e aspirações.

Desvantagens: Pode exigir um planejamento mais complexo para garantir a equivalência de oportunidades entre as duas vias.

3 – Plano de carreira em Y

Trajetória: Bifurca a carreira após um determinado tempo, oferecendo a opção de seguir como especialista ou gerente.

Vantagens: Reconhece as diferentes vocações, valorizando tanto a expertise técnica quanto a liderança.

Desvantagens: Pode criar um desafio para a empresa em garantir a mesma atratividade para ambas as vias.

4 – Plano de carreira em W

Trajetória: Expanda a bifurcação da carreira em Y, adicionando uma terceira via, geralmente voltada para a gestão multidisciplinar, como gerenciamento de projetos.

Vantagens: Oferece ainda mais flexibilidade e opções de crescimento.

Desvantagens: A estrutura complexa exige uma gestão de pessoas ainda mais estratégica.

5 – Plano de carreira em rede

Trajetória: Oferece uma rede de possibilidades, com diversos caminhos e cargos interligados, permitindo que o colaborador escolha o percurso que melhor se adapta aos seus objetivos.

Vantagens: Alta flexibilidade, promove a personalização do desenvolvimento profissional.

Desvantagens: A gestão da carreira em rede exige um sistema de acompanhamento e desenvolvimento individualizado.

6 – Plano de carreira horizontal

Trajetória: Foca no desenvolvimento dentro do mesmo nível hierárquico, com foco em aprimorar as habilidades e responsabilidades do cargo.

Vantagens: Incentiva a busca por excelência e o desenvolvimento de expertise em uma área específica.

Desvantagens: Pode gerar a sensação de estagnação, se não houver oportunidades de crescimento em outras áreas.

Essas são alguns dos tipos de plano de carreira, a escolha do modelo ideal depende das características e necessidades da empresa e dos seus colaboradores.

Por isso, o setor de RH precisa entender as vantagens e desvantagens de cada modelo e realizar uma análise estratégica para determinar qual a melhor opção para o seu negócio.

Como montar um plano de carreira competitivo?

Um plano de carreira bem estruturado é a chave para atrair, desenvolver e reter talentos, transformando sua empresa em um ambiente de crescimento profissional e impulsionando o sucesso do seu negócio. 

Mas como criar um plano que seja realmente competitivo e eficaz? A seguir, confira as dicas para iniciar um plano de carreira para sua empresa.

Dica 01 – Analise o mercado: O primeiro passo é entender o contexto externo, investigando as tendências do mercado, as práticas de gestão de pessoas em empresas concorrentes e as expectativas dos profissionais da sua área de atuação. 

Dica 02 – Considere a missão, visão e valores da empresa:  Definir claramente a missão, visão e valores da empresa permitirá que você identifique as competências e características que você busca em seus colaboradores, alinhando as expectativas da organização com as aspirações dos profissionais.

Dica 03 – Identifique oportunidades e ameaças: Realizar uma análise SWOT (Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats) permitirá que você identifique as oportunidades de crescimento e os desafios que sua empresa enfrenta. Essa análise fornecerá insights importantes para definir as áreas de foco do seu plano de carreira.

Dica 04 – Analise a vocação e a capacitação profissional: O mapeamento de competências e habilidades é fundamental para entender as necessidades da sua empresa e as potencialidades dos seus colaboradores. Faça a análise dos talentos e identifique as lacunas de conhecimento para promover treinamentos de forma estratégica.

Dica 05 – Estabeleça metas e objetivos: Defina metas claras, mensuráveis e alcançáveis para cada etapa do plano de carreira. Os objetivos devem ser realistas e desafiadores, estimulando o crescimento profissional dos colaboradores.

Dica 06 – Determine um Código de Ética Profissional: Construa um código de ética que reflita os valores da sua empresa e defina os padrões de comportamento esperados dos colaboradores Assim, fica mais fácil mensurar as características intrapessoais necessárias para progredir no plano..

Dica 07 – Ofereça treinamentos estratégicos: Invista em programas de desenvolvimento profissional como cursos, workshops, mentorias e outras iniciativas de treinamento e desenvolvimento. Assim, os profissionais da sua empresa se mantêm atualizados e preparados para assumir novos desafios.

Dica 08 – Alinhe os interesses da empresa com os Interesses dos colaboradores: Encontre um equilíbrio entre as necessidades da empresa e as aspirações profissionais dos seus colaboradores. O plano de carreira deve ser vantajoso para todos, impulsionando o crescimento da empresa e o desenvolvimento profissional dos talentos.

Dica 09 – Faça avaliação periódica e adequações: Realize avaliações periódicas para monitorar o progresso do plano de carreira, avaliar a necessidade de ajustes e garantir que ele continue a atender às necessidades de ambas as partes.

Concluindo

Por fim, investir em um plano de carreira estratégico é construir um futuro promissor para empresa e colaborador. Assim, ao oferecer oportunidades de crescimento, reconhecimento e desenvolvimento, cria-se um ambiente de trabalho positivo, estimula o engajamento e a retenção de talentos e garante que sua empresa tenha acesso aos melhores profissionais do mercado. 

É importante reafirmar que um plano de carreira bem estruturado é um investimento que gera retorno, impulsionando a performance, a competitividade e o sucesso organizacional.

Picture of Anderson Santos

Anderson Santos

Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRN e pós-graduação em Marketing Estratégico pela Universidade Potiguar. Atuo nas áreas de comunicação, endomarketing, marketing digital, produção de conteúdo, copywriting e redação focada em SEO.

Todos os post

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos gratuitos para potencializar a sua gestão de pessoas.

Baixe o nosso app

* Campos Obrigatórios

* Campos Obrigatórios